EDIÇÃO ATUAL

Guanambi . Bahia .


Você está aqui: Capa » Cidades » Caetité » Ventos da Serra Geral fazem da Bahia o segundo produtor de energia eólica do país

Ventos da Serra Geral fazem da Bahia o segundo produtor de energia eólica do país

energia eolica caetite

Três anos após a entrada em funcionamento do seu primeiro parque eólico, em Brotas de Macaúbas – integrante das serranias da Serra Geral, Sudoeste do estado -, a Bahia ocupa o segundo lugar na geração da energia pela força dos ventos. De acordo com dados da Câmara de Comercialização de Energia Elétrica (CCEE), com a produção de 463 megawatts médios, registrados em maio deste ano, a Bahia passou à frente do Ceará e do Rio Grande do Sul, ficando atrás apenas do Rio Grande do Norte, estado pioneiro na geração de energia eólica no país.

Segundo os números da CCEE, o Rio Grande do Norte lidera com a produção de 720 megawatts médios. Ceará (com 380 megawatts médios) e o Rio Grande do Sul (com 328 megawatts médios) ficaram em terceiro e quarto lugares. A Bahia conta com 168 projetos de energia eólica, espalhados em 21 municípios no estado. Destes, 37 parques já estão operando, 31 em construção e os demais em fase de projeto e licenciamento ambiental. Os investimentos no setor estão na ordem de R$ 16 bilhões.

“A Bahia, principalmente em Caetité, Igaporã e Guanambi [que sediam o complexo Alto Sertão I e Auto Sertão II] tem um potencial eólico único mundo”. A afirmativa é do diretor-presidente da Renova Energia, Mathias Becker.

O complexo eólico Alto Sertão I, o maior da America Latina, inaugurado em julho de 2012, que recebeu investimento de R$ 1,2 bilhão do BNDES, composto por 14 parques eólicos e 184 aerogeradores, geram juntos 300 megawatts (MW). Outros 15 parques eólicos – o Alto Sertão II – foram anunciados para serem entregues pela Renova até o final do ano passado – seis em 2013 e nove em 2014. A empresa não divulgou se essas centrais já estão interligadas e oferecendo energia através da Chesf. Extraoficialmente o que se sabe é que as empresas que operam nas obras de instalações dos aerogeradores já foram concluídas e já estão deixando os canteiros das obras.

CRESCIMENTO

O Brasil atinge um importante recorde: a produção de 2.989,2 megawatts médios (MWmed) de energia eólica em um único dia. A quantidade gerada pelos ventos no dia 20 de julho foi suficiente para abastecer aproximadamente 13 milhões de pessoas, com base no consumo de energia elétrica residencial de 166 KWh/mês. O Nordeste, Região líder na produção desse tipo de energia, produziu 2.282,0 MWmed, e a Região Sul 707,3 MWmed.

As usinas eólicas brasileiras produziram, em maio último, 176% a mais de energia na comparação com o mesmo período de 2014. Este ano, já foram gerados 2,03 GW, enquanto o montante do ano passado foi de 0,73 GW. A capacidade instalada da fonte no país chegou a 6,2 gigawatts. Um crescimento de 78%, com relação ao ano passado, quando a capacidade era de 3,5 GW. A Renova, sozinha, possui mais de 1,8 GW de capacidade instalada contratada em parques eólicos.

Segundo o secretário de Desenvolvimento Econômico, Jorge Hereda, a Bahia já dispõe de um parque de componentes completo, fabricando de torres a aerogeradores, por empresas como a Alstom, Gamesa, Acciona, Torrebras e TEN. A Tecsis, fabricante de pás de aerogeradores, entra em funcionamento no próximo ano, completando a cadeia de componentes eólicos.

Os empreendimentos voltados para a construção de usinas eólicas predominam entre as empresas cadastradas para os próximos Leilões de 2015. O Leilão A-3, marcado para o próximo dia 21 de agosto, recebeu cadastro de 475 empreendimentos, que totalizam 11.476 megawatts (MW) de capacidade instalada. Já o 2º Leilão de Reserva, marcado para o dia 13 de novembro, recebeu 730 empreendimentos eólicos, que somam 17.964 MW.

Comente esta matéria

O seu endereço de email não será publicado. Campos requeridos estão marcados *

*

Não serão publicados comentários com xingamentos e ofensas ou que incitem a intolerância ou o crime. Os comentários devem ser sobre o tema da matéria e sobre os comentários que surgirem. As mensagens que não atendam a essas normas serão deletadas. Os que transgredirem essas normas poderão ter interrompido seu acesso a este veículo.

Scroll To Top