EDIÇÃO ATUAL

Guanambi . Bahia .
Você está aqui: Capa » Editorias » Agronegócios » Poder Executivo de Caetité defende “maior diálogo” com a INB e a retomada da produção

Poder Executivo de Caetité defende “maior diálogo” com a INB e a retomada da produção

caetite inb

Autoridades e populares discutiram a volta da mineração em audiência pública da INB

Durante a audiência pública promovida pelas Indústrias Nucleares do Brasil (INB), no dia 5 de julho, em que se anunciou a terceirização de empresa para a mineração da lavra de urânio na Mina do Engenho, na Unidade de Concentrado de Urânio (URA) de Caetité, a vice-prefeita do município, Jaquele Fraga, representando o Poder Executivo Municipal, convidada ao evento, cobrou “maior diálogo” entre a direção da empresa e o Poder Público.

Representando o prefeito Aldo Gondim (em viagem a Brasília), Jaquele destacou que “a retomada da exploração com esta abertura de concorrência pública é um bom sinal nestes tempos em que a economia do país anseia por recuperar-se”, declarando que a administração municipal estará sempre aberta para a interlocução com a mineradora, numa “via de mão dupla”. Ela frisou que é papel do político, sobretudo, representar os interesses maiores da população, para que o impacto do empreendimento seja sempre o mais positivo possível.

O Diretor de Recursos Minerais da estatal, Dr. Laércio Aguiar da Rocha, destacou que o momento atendeu ao objetivo de tratar com a sociedade com toda lisura e transparência, de forma a esclarecer todos os pontos referentes à escolha da empresa para a lavra.

MAIS EMPREGO

Dentre os benefícios que a retomada dos trabalhos trará, sobretudo neste momento de crise econômica, Rocha destacou a geração de mais de 100 empregos diretos, com prioridade de contratação de mão-de-obra local; ele lembrou ainda que a empresa voltará a gerar impostos e movimentará a economia local.

Rocha frisou que após três anos sem produzir, a audiência pública sinaliza um divisor de águas na história da INB, pois todos ali estão empenhados em voltar a dotar o Brasil do minério que, durante todo o período, vem sendo importado, colaborando assim para a melhoria da economia do país em tempos de crise.

Presentes também no evento, compondo ainda a mesa: a vice-prefeita Jaquele Fraga, os vereadores Cláudio Ladeia e João Carvalho e o representante técnico-comercial da Amazônia Azul (Amazul), contra-almirante Luciano Pagano Júnior.

Pela INB, vários técnicos participaram, respondendo em suas áreas pelos questionamentos feitos, inclusive aqueles que não diziam respeito diretamente ao objetivo da audiência pública.

Comente esta matéria

O seu endereço de email não será publicado. Campos requeridos estão marcados *

*

Não serão publicados comentários com xingamentos e ofensas ou que incitem a intolerância ou o crime. Os comentários devem ser sobre o tema da matéria e sobre os comentários que surgirem. As mensagens que não atendam a essas normas serão deletadas. Os que transgredirem essas normas poderão ter interrompido seu acesso a este veículo.

Scroll To Top