REVISTA DIGITAL

Guanambi . Bahia .


Você está aqui: Capa » Plantão de Notícias » Arquivo de Notícias » Ufólogos farão conferencia na Bahia em Salvador e Alagoinhas, nos dias 13 e 14 deste

Ufólogos farão conferencia na Bahia em Salvador e Alagoinhas, nos dias 13 e 14 deste

UFOSegundo ufólogos experientes de todo o mundo, nunca estivemos tão próximos de vermos os governos acabarem com o embargo à realidade dos discos voadores e sua origem extraterrestre. A nação que mais esconde informações são os Estados Unidos, há 72 anos, quando uma nave alienígena caiu acidentalmente em Roswell e os militares logo perceberam que havia nela uma tecnologia espantosamente superior à nossa. Iniciou-se aí uma corrida entre as superpotências para se apoderarem de uma máquina destas. Quem conseguisse, dominaria o mundo.

Agora, após estas sete décadas de negação e ridicularização do assunto, o governo dos Estados Unidos vem gradualmente fazendo declarações do que sabe sobre a matéria. Em 2017, por exemplo, foi feita a revelação de que o órgão militar mais potente do planeta, o Pentágono, vinha investigando avistamentos de discos voadores feitos por seus militares. Era o Programa Avançado de Identificação de Ameaças Aeroespaciais (AATIP), um departamento especializado e secreto de pesquisas de manifestações de naves não convencionais em nosso mundo.

O Pentágono realiza pesquisas secretas de discos voadores com orçamento milionário e sem conhecimento do congresso americano.

O Pentágono realiza pesquisas secretas de discos voadores com orçamento milionário e sem conhecimento do congresso americano 

Orçamento milionário

Junto da revelação da existência do AATIP veio a informação de que o órgão consumia algo em torno de 22 milhões de dólares por ano para suas atividades, dinheiro que saía do caixa dois do governo, aquele não contabilizado e que é usado para financiar atividades que não podem ser conhecidas da população. Em recente depoimento à Revista UFO, o mais antigo veículo de comunicação de Ufologia do mundo, o ex-chefe de operações do AATIP, o agente de Inteligência sênior Luis Elizondo, declarou que o mecanismo de funcionamento dos discos voadores, avançadíssimo, já é conhecido e foi até replicado pelo governo americano em laboratórios.

A Comunidade Ufológica Mundial reagiu imediatamente à revelação deste fato e vê com perplexidade que os Estados Unidos estejam fazendo afirmações cada vez mais contundentes, abandonando de vez sua política de silêncio ao assunto. Em mais um exemplo eloquente desta situação está a admissão formal, pela Marinha americana, de que três vídeos registrando UFOs gravados por pilotos em caças militares F/A-18 Hornet eram autênticos. Em um deles, um veículo voador não identificado é registrado simultaneamente pelo radar voando a incríveis 38 mil quilômetros por hora.

O caça americano F/A-18 Hornet, um dos mais avançados do mundo, perseguiu UFOs que se afastaram dele a 38 mil quilômetros por hora.

O caça americano F/A-18 Hornet, um dos mais avançados do mundo, perseguiu UFOs que se afastaram dele a 38 mil quilômetros por hora.

“Isso não tem precedentes”

“Isso não tem precedentes na história da Ufologia Mundial”, afirma o veterano ufólogo brasileiro A. J. Gevaerd, criador e editor da UFO que já fez mais de 3 mil palestras sobre o assunto no Brasil e outros 60 países. “Inquestionavelmente, estamos sendo preparados para uma grande revelação que impactará a vida de todos”, diz o pesquisador de 57 anos. Ele acredita que as autoridades americanas finalmente descobriram algo muito sério, algo muito relevante e que agora se sentem no dever de iniciar lentamente um processo de abertura ufológica. “Ou algo pior pode acontecer”.

Isso também tem reflexos na América do Sul e no Brasil, em especial. O país foi o primeiro do mundo a reconhecer oficialmente a existência dos discos voadores e sua procedência extraterrestre, em 1954. “Não foi a França, como consta dos anais da Ufologia, que teria reconhecido os discos voadores em 1976. Foi o Brasil 22 anos antes”, diz Gevaerd. E mais, foi também o primeiro país do mundo a abrir seus arquivos antes secretos resultantes de seis décadas de pesquisas do assunto. Este material está hoje no Arquivo Nacional, em Brasília, para escrutínio de qualquer pessoa.  O Brasil foi o primeiro país do mundo a reconhecer a existência dos discos voadores e sua procedência extraterrestre, e já abriu 20 mil páginas de documentos

Palestras na Bahia em quatro capitais

O ufólogo se apresentará nos dias 13 e 14 em eventos em Alagoinhas e em Salvador, na Bahia, mostrando como o Governo Brasileiro tratou e ainda a questão dos discos voadores e como o mundo vê a existência destas naves. “É importante que a população saiba como nossos militares sempre viram os UFOs e como o mundo também os vê na atualidade”. Gevaerd se apresenta em Alagoinhas às 19h30 do dia 13 no Hotel Áster com entrada gratuita. Depois ele segue para Salvador, onde se apresenta às 16h00 do dia 14 no Hotel Mercure Pituba. Ele promete grandes revelações.

Mas não é só isso. Novembro será um mês intenso para a Ufologia Brasileira. A Revista UFO promoverá, de 16 a 23 deste mês, o maior evento de Ufologia que já se viu no país, em quatro capitais: Recife, Porto Alegre, São Paulo e Curitiba. Será o UFO Summit Brazil 2019, uma iniciativa que trará ao país grandes nomes do universo ufológico mundial, como o inglês Nick Pope e o americano Stephen Bassett, grandes defensores da abertura total, global e definitiva da verdade sobre os discos voadores.

Ameaça à segurança nacional

Nick Pope é o ex-diretor do chamado UFO Desk do Ministério de Defesa britânico, um departamento que tinha como função receber e estudar relatos de avistamentos ufológicos, com o propósito de analisar se representavam uma ameaça ao país. Neste departamento, Pope investigava ocorrências até de contato com tripulantes alienígenas dos discos voadores. Além disso, ele atuou por 21 anos como procurador do órgão responsável pela política de segurança da Inglaterra.

O outro convidado do UFO Summit Brazil 2019, Stephen Bassett, é o maior ativista da Ufologia dos Estados Unidos. Ele dedica sua vida para tentar acabar com o embargo americano sobre registros de UFOs. Para isso, ele fundou, em 1996, o Paradigm Research Group (PRG), em que também se desenvolvem planos de ação emergencial para quando a população precisar lidar com a informação de que, sim, existe vida extraterrestre.

A partir da esquerda, o americano Stephen Bassett, o inglês Nick Pode e brasiliro Gevaerd: promessas de grandes revelações no UFO Summit Brazil 2019.
Fatos que não estão na internet

Os dois, mais Gevaerd, são as personalidades do UFO Summit Brazil 2019 e o trio promete mostrar à plateia fatos que não estão na internet, ocorrências recentes e revelações de bastidores do movimento global de abertura ufológica. “Até mesmo o Vaticano se prepara para revelar o que sabe ao mundo, e olhe que sabe muito”, diz o editor da UFO. O evento está sendo aguardado com grande ansiedade pelos entusiastas do assunto e espera-se um público de 2 mil pessoas.

Para participar

Os ingressos para o UFO Summit Brazil 2019 estão à venda e já se esgotando no site oficial do evento: www.ufosummit.com.br. As inscrições estão no terceiro lote, com valores a partir de R$ 140,00 e podem ser adquiridas em até 12 vezes. No site também é possível encontrar diversas outras informações sobre as palestras do congresso, assim como vídeos, fotos e artigos já publicados pela Revista UFO, que contêm informações relevantes sobre a presença alienígena na Terra.

Comente esta matéria

O seu endereço de email não será publicado. Campos requeridos estão marcados *

*

Não serão publicados comentários com xingamentos e ofensas ou que incitem a intolerância ou o crime. Os comentários devem ser sobre o tema da matéria e sobre os comentários que surgirem. As mensagens que não atendam a essas normas serão deletadas. Os que transgredirem essas normas poderão ter interrompido seu acesso a este veículo.

Scroll To Top