REVISTA DIGITAL

Guanambi . Bahia .


Você está aqui: Capa » Plantão de Notícias » Arquivo de Notícias » Centrais Fotovoltaicas vão investir R$ 508 milhões em novo parque solar na Bahia

Centrais Fotovoltaicas vão investir R$ 508 milhões em novo parque solar na Bahia

Inaugurado em 24 de janeiro de 2019, o complexo São Pedro, construído em  Bom Jesus da Lapa, é o primeiro projeto da empresa Atlas Renewable Energy no Brasil. Imagem: Atlas Renewable Energy / reprodução.

Inaugurado em 24 de janeiro de 2019, o complexo São Pedro, construído em Bom Jesus da Lapa, é o primeiro projeto da empresa Atlas Renewable Energy no Brasil. Imagem: Atlas Renewable Energy / reprodução.

O setor de Energias Renováveis será responsável pelo investimento de R$ 508 milhões em Juazeiro, onde a Atlas Renewable Energy implantará as Centrais Fotovoltaicas Juazeiro Solar V, VI, VII e VIII (137 MW). De acordo com a empresa, serão gerados aproximadamente 1,2 mil empregos na construção. Anúncio foi feito durante assinatura do protocolo de intenções com a Secretaria de Desenvolvimento Econômico (SDE), nesta quarta-feira (5).

“A energia solar, assim como a eólica, leva desenvolvimento e empregos para o interior baiano. Trabalhamos duro na interiorização dos investimentos e é uma alegria saber que essa empresa está instalando seu quarto complexo no estado”, afirma o vice-governador João Leão, secretário da pasta.

De acordo com Luis Pita, gerente geral da Atlas Renewable Energy, a previsão é que as obras comecem em maio deste ano e a construção dure em torno de 12 meses. Este é o quarto complexo da empresa no Estado, que já tem três parques em operação: Complexo Sertão Solar, em Barreiras (117 MW), Juazeiro Solar (155 MW), em Juazeiro e São Pedro (66 MW), em Bom Jesus da Lapa, juntos os parques já investiram mais de R$ 1,4 bilhão no estado.

“A Bahia é o estado mais importante onde a Atlas desenvolve sua atividade. Este complexo será nosso maior parque no Estado e com ele alcançaremos em torno de 500 MW de capacidade instalada na Bahia. Vamos utilizar módulos bifaciais, que pegam sol na parte de cima e o reflexo da irradiação que fica na terra. Teremos o primeiro parque com esta característica no Brasil. Faremos ainda um projeto de capacitação de mão-de-obra feminina para que possam trabalhar no parque nas mais diversas áreas: construção, administração e serviços auxiliares”, diz Luis Pita.

Fonte: Ascom/ SDE

Comente esta matéria

O seu endereço de email não será publicado. Campos requeridos estão marcados *

*

Não serão publicados comentários com xingamentos e ofensas ou que incitem a intolerância ou o crime. Os comentários devem ser sobre o tema da matéria e sobre os comentários que surgirem. As mensagens que não atendam a essas normas serão deletadas. Os que transgredirem essas normas poderão ter interrompido seu acesso a este veículo.

Scroll To Top