REVISTA DIGITAL

Guanambi . Bahia .


Você está aqui: Capa » Agronegócios » São José do Rio Preto sedia maior feira de aquicultura da América Latina

São José do Rio Preto sedia maior feira de aquicultura da América Latina

São José do Rio Preto, uma das maiores cidades do interior paulista, vai sediar entre os dias 26 e 28 de maio a Aquishow Brasil. Foto: divulgação

São José do Rio Preto, uma das maiores cidades do interior paulista, vai sediar entre os dias 26 e 28 de maio a Aquishow Brasil. Foto: divulgação.

A expansão constante do setor de aquicultura e o crescimento da Aquishow Brasil em suas últimas edições levaram a organização do evento a escolher como sede São José do Rio Preto, cidade com cerca de meio milhão de habitantes e central para o Noroeste Paulista. As dez primeiras edições foram realizadas em Santa Fé do Sul/SP, na divisa com o Mato Grosso do Sul.

Outro fator determinante para a mudança de local foi a facilidade logística que a nova sede oferece. Com uma malha viária abastecida por três importantes rodovias e um aeroporto de médio porte, São José do Rio Preto facilitará a chegada de visitantes que desejam fazer negócios na Feira. Eles também contarão com rede hoteleira de 32 hotéis e 5 mil leitos.

“Santa Fé do Sul nos acolheu da melhor maneira e, agora, seguimos para ampliar nosso atendimento conforme o crescimento da própria Aquishow. Recebemos pessoas do Brasil e do exterior e Rio Preto poderá oferecer infraestrutura para esse público”, afirma Emerson Esteves, presidente da Peixe SP (Associação de Piscicultores em Águas Paulistas e da União), que organiza o evento.

Considerado o maior evento de aquicultura da América Latina, a Aquishow Brasil movimentou mais de R$ 20 milhões em negócios fechados durante a edição de 2019, segundo dados fornecidos por 25 dos 138 expositores, além de contratos e orçamentos que ultrapassaram os R$ 60 milhões após o evento.

A estrutura que São José do Rio Preto oferece também agrada a organização. O evento será realizado dos dias 26 a 28 de maio, no Centro Avançado de Pesquisa do Pescado Continental do Instituto de Pesca, órgão da Secretaria de Agricultura e Abastecimento do Estado de São Paulo, que fica próximo à área urbana da cidade.

“No Instituto, as empresas expositoras poderão colocar seus maquinários e novas tecnologias para trabalharem, ficando mais fácil demonstrarem ao produtor a funcionalidade de cada um”, ressalta Marilsa Patrício, diretora da Aquishow.

Em 2019, a Feira recebeu mais de 3 mil visitantes, número que deve aumentar consideravelmente neste ano. Na edição anterior, a internacionalização ganhou destaque, pois o evento recebeu uma comitiva de empresários do Chile, além de representantes dos Estados Unidos, Canadá, Argentina, Uruguai, Japão, Dinamarca, Holanda, Noruega, Itália, Bolívia, França e Alemanha.

A Aquishow ainda promove uma série de palestras sobre o setor e o mercado, minicursos, concursos, intervenções e o “Prêmio de Inovação Aquícola”, além de fomentar intercâmbio cultural e profissional. Startups também participam com inovações tecnológicas, “algumas empresas esperam para lançar produtos durante a Feira”, completa Esteves.

Incentivo

A mudança de sede foi abraçada pela Prefeitura de Rio Preto, por meio da Secretaria Municipal de Agricultura e Abastecimento, e pelo Governo do Estado de São Paulo, por meio do Instituto de Pesca (órgão da Secretaria de Agricultura e Abastecimento). Nesta 11ª edição, ambos assinam como realizadores do evento, ao lado da Peixe SP.

“É uma honra para São José do Rio Preto receber a Aquishow como um legado de Santa Fé do Sul, cidade onde também fui prefeito. Aqui na nova sede, a Feira terá todo o apoio necessário e vamos trabalhar para impulsionar a aquicultura como atividade econômica entre os produtores da nossa região”, declara o prefeito Edinho Araújo.

O Instituto de Pesca é um parceiro antigo da Aquishow. O órgão de pesquisa participou, de forma ativa, de todas as edições anteriores da Feira, sempre por meio de parcerias com a iniciativa privada. “E nesse ano temos a satisfação de receber em nossas dependências”, destaca Vander Bruno dos Santos, diretor técnico do departamento.

Para a Peixe SP, organizadora da Aquishow, ter o apoio e o incentivo das esferas governamentais é de extrema importância para toda a cadeia produtiva, uma vez que o propósito central é propagar a importância da sustentabilidade da atividade sob os aspectos econômico, social e ambiental.

O Setor

A região Noroeste de São Paulo é uma das maiores produtoras de peixes do Brasil, seja em tanque escavado ou tanques-rede, e é responsável por cerca de 70% do peixe consumido em todo o estado. A tilápia é a raça mais produzida nesse território, que é banhado por rios importantes como Paraná, Tietê e Grande.

Em termos nacionais, o mercado cresce mesmo em momentos de instabilidade financeira. Segundo dados da Peixe BR (Associação Brasileira da Psicultura), a produção de peixes no país cresceu 4,9% em 2019, ultrapassando 758 mil toneladas. A tilápia representa 57% desse mercado.

A 11ª edição da Aquishow Brasil será realizada entre os dias 26 e 28 de maio de 2020 no Instituto de Pesca de São José do Rio Preto/SP. Mais informações em www.aquishow.com.br.

São José do Rio Preto

São José do Rio Preto é um município brasileiro localizado no interior do estado de São Paulo, a noroeste e a 442km da Capital, com influência direta sobre uma região que engloba mais de 100 cidades. É importante entroncamento rodoviário, cortada pelas rodovias BR-153, Washington Luís e Assis Chateaubriand. A população estimada para 2020, segundo o Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística, é de cerca de 460 mil habitantes – o décimo segundo mais populoso de São Paulo e o 52º do país.

É um dos principais polos industriais, culturais, educacionais e de serviços do interior de São Paulo. Os excelentes resultados da área de educação colocaram São José do Rio Preto como a 2ª melhor entre as maiores cidades do país, de acordo com estudo da consultoria de gestão Macroplan, intitulado “Os Desafios da Gestão Municipal”, divulgado em fevereiro de 2020.

A cidade destaca-se também na proteção ao meio ambiente, premiada duas vezes como a melhor gestão ambiental do estado (prêmio Município VerdeAzul), e conquistou o 1º lugar no Prêmio Sebrae Prefeito Empreendedor-2019 pelas políticas públicas de incentivo aos pequenos negócios.

Instituto de Pesca

Dentro das diretrizes do Governo do Estado, o Instituto de Pesca procura parcerias público-privada, onde são criados os instrumentos para viabilizar a implementação e a execução do plano de governo, com o intuito de contribuir para uma aquicultura econômica, social e ambientalmente sustentável, dentro dos preceitos do Programa Cidadania no Campo, contemplando segurança, mobilidade, conectividade, preservação ambiental e saneamento.

O Instituto de Pesca compreende que a geração de negócios em feiras  contribuem ao servir de base para a transferência de conhecimento, vitrine de novas tecnologias e produtos, e network entre toda a cadeia produtiva.

 

Por: Larissa Oliveira

gastercomunicacao@gmail.com

Comente esta matéria

O seu endereço de email não será publicado. Campos requeridos estão marcados *

*

Não serão publicados comentários com xingamentos e ofensas ou que incitem a intolerância ou o crime. Os comentários devem ser sobre o tema da matéria e sobre os comentários que surgirem. As mensagens que não atendam a essas normas serão deletadas. Os que transgredirem essas normas poderão ter interrompido seu acesso a este veículo.

Scroll To Top