REVISTA DIGITAL

Guanambi . Bahia .
Você está aqui: Capa » Agronegócios » Seminário online apresenta vantagens do cultivo do umbu e umbu-cajá

Seminário online apresenta vantagens do cultivo do umbu e umbu-cajá

O agricultor Valdomiro de Oliveira, do sítio Olho D'agua, no município de Candiba, cultiva uma variedade de umbu gigante que chega a 150g a unidade. Num sítio de três hectares ele sobrevive, financeiramente tranquilo, com sua família Foto: João Martins / Arq. Rev. Integração

O agricultor Valdomiro de Oliveira, do sítio Olho D’agua, no município de Candiba, cultiva uma variedade de umbu gigante que chega a 150g a unidade. Num sítio de três hectares ele sobrevive, financeiramente tranquilo, com sua família Foto: João Martins / Arq. Rev. Integração.zNesta terça-feira (17/11), a partir das 9h, a Embrapa Mandioca e Fruticultura (Cruz das Almas, BA), Unidade da Empresa Brasileira de Pesquisa Agropecuária – Embrapa, vinculada ao Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento, vai apresentar, pelo YouTube da Embrapa, o webinar “Oportunidades de fruteiras para o Semiárido: umbu e umbu-cajá”.

As palestras estão a cargo dos pesquisadores Nelson Fonseca (Aspectos gerais sobre a cultura do umbuzeiro) e Rogério Ritzinger (Aspectos gerais sobre a cultura do umbu-cajazeira). O debate será liderado pelo professor Pedro Dantas Fernandes (Universidade Federal de Campina Grande – UFCG) e o moderador é o pesquisador Walter dos Santos Soares Filho (Embrapa).
O umbuzeiro e a umbu-cajazeira são duas fruteiras nativas da caatinga. Como espécies do gênero Spondias, têm crescimento lento, mas são tolerantes à seca e têm boa produtividade em locais sem irrigação. Principalmente por essa característica, têm bastante importância para o Semiárido brasileiro, que está presente no Maranhão, Piauí, Ceará, Rio Grande do Norte, Paraíba, Pernambuco, Alagoas, Sergipe, Bahia e norte de Minas Gerais.
O negócio agrícola do umbu e do umbu-cajá envolve a colheita, o beneficiamento e a comercialização do fruto, tendo grande potencial de exploração agroindustrial. Os frutos são muito apreciados para o consumo, como fruta fresca ou processada, sob forma de polpas, sucos, doces, néctares, picolés e sorvetes. Recentemente, têm sido introduzidos na chamada gastronomia brasileira, que reúne sabores típicos regionais.


Serviço:
Evento: “Oportunidades de fruteiras para o Semiárido: umbu e umbu-cajá”
Data: 17/11/2020 (terça), às 9h
Debatedor: Pedro Dantas Fernandes (Universidade Federal de Campina Grande – UFCG)
Palestra 1: “Aspectos gerais sobre a cultura do umbuzeiro” (Nelson Fonseca)
Palestra 2: “Aspectos gerais sobre a cultura do umbu-cajazeira” (Rogério Ritzinger)
Moderador: Walter dos Santos Soares Filho (Embrapa)
Link direto: https://youtu.be/B1H3aN7yc8M

Léa Cunha (DRT-BA 1633)
Embrapa Mandioca e Fruticultura

Comente esta matéria

O seu endereço de email não será publicado. Campos requeridos estão marcados *

*

Não serão publicados comentários com xingamentos e ofensas ou que incitem a intolerância ou o crime. Os comentários devem ser sobre o tema da matéria e sobre os comentários que surgirem. As mensagens que não atendam a essas normas serão deletadas. Os que transgredirem essas normas poderão ter interrompido seu acesso a este veículo.

Scroll To Top