REVISTA DIGITAL

Guanambi . Bahia .
Você está aqui: Capa » Agronegócios » Brasil cria 2.730.597 postos de trabalho com carteira assinada em 2021

Brasil cria 2.730.597 postos de trabalho com carteira assinada em 2021

Setor de serviços representa quase metade dos empregos formais criados. Foto: Marcello Casal jr / Agência Brasil

Setor de serviços representa quase metade dos empregos formais criados. Foto: Marcello Casal jr / Agência Brasil.

Segundo dados do Cadastro Geral de Empregados e Desempregados (Caged) do Ministério do Trabalho e Previdência, o Brasil criou 2.730.597 postos de trabalho formais em 2021. As informações foram divulgadas esta semana.

Os salários iniciais médios mais altos de 2021 foram pagos para ocupações em serviços de informação, comunicação e atividades financeiras, imobiliárias, administrativas e profissionais. Vale lembrar que os salários médios se referem ao valor de remuneração dos trabalhadores contratados no ano e não podem ser usados como base como média salarial da ocupação.

Entre os cinco cargos com maiores salários de contratação, estão:

Diretor de Crédito (Exceto Crédito Imobiliário): R$ 37.134,38

Diretor de Riscos de Mercado: R$ 34.718,47

Diretor de Produtos Bancários: R$ 34.385,11

Dramaturgo de Dança: R$ 30.219,01

Diretor de Serviços de Informática: R$ 28.050,65

Praticamente metade das vagas com registro na carteira de trabalho criadas em 2021 foram originadas no setor de serviços, que foi responsável por 1.226.646 novos postos de trabalho criados no ano passado.

“O reaquecimento do mercado vem avançando com a retração das restrições antes causadas pelas covid-19. Com a diminuição de casos da doença e de óbitos, a retomada da atividade econômica e, consequentemente, da abertura de novos postos de trabalho tende a aumentar”, comenta Thomas Carlsen, COO e co-fundador da mywork, empresa especializada em controle de ponto online e gestão de rotinas do departamento pessoal.

O saldo de 2021 foi de 20.699.802 admissões e 17.969.205 demissões, o que representa o maior saldo positivo registrado para anos fechados em toda a série histórica do Caged, que se iniciou em 2010.
Informe: Beatriz Candido Di Paolo / Comuniquese1.com.br

Comente esta matéria

O seu endereço de email não será publicado. Campos requeridos estão marcados *

*

Não serão publicados comentários com xingamentos e ofensas ou que incitem a intolerância ou o crime. Os comentários devem ser sobre o tema da matéria e sobre os comentários que surgirem. As mensagens que não atendam a essas normas serão deletadas. Os que transgredirem essas normas poderão ter interrompido seu acesso a este veículo.

Scroll To Top