REVISTA DIGITAL

Guanambi . Bahia .
Você está aqui: Capa » Agronegócios » CS Portos apresenta modernização em terminais portuários na Bahia Farm Show 2024

CS Portos apresenta modernização em terminais portuários na Bahia Farm Show 2024

Companhia participa do evento pela primeira vez e mostra os avanços das obras de melhoria dos terminais ATU-12 e ATU-18 do Porto de Aratu/BA. (Divulgação)

Companhia participa do evento pela primeira vez e mostra os avanços das obras de melhoria dos terminais ATU-12 e ATU-18 do Porto de Aratu/BA. (Divulgação).

Bahia, junho de 2024 – A CS Portos, empresa da CS Infra, do Grupo Simpar, participa pela primeira vez da Bahia Farm Show, maior feira de tecnologia agrícola e negócios do Norte e Nordeste do Brasil. O evento é realizado em Luís Eduardo Magalhães (BA) entre os dias 11 e 15 de junho.

Responsável pela administração dos terminais ATU-12 e ATU-18 do Porto de Aratu, em Candeias (BA), a companhia marca presença como expositora no estande da Companhia das Docas do Estado da Bahia (CODEBA).

No evento, a CS Portos mostra como está o andamento das melhorias e modernizações de ambos os terminais portuários, que irão operar de maneira plena até abril de 2025. Ao todo, estão previstos mais de R$ 800 milhões em investimentos nos primeiros três anos de operação.

Atualmente, o ATU-12 é capaz de movimentar 2,2 milhões de toneladas de fertilizantes e demais graneis sólidos minerais e, ao final das obras, previsto para novembro de 2024, essa capacidade será ampliada para 6 milhões de toneladas. Já o ATU-18 poderá movimentar 2,2 milhões de toneladas de grãos em 2025, com capacidade inicial de estocar 90 mil toneladas, podendo chegar a 5,6 milhões de toneladas após as expansões previstas.

Estamos ansiosos para mostrar ao público da Bahia Farm Show, ao lado da CODEBA, os avanços na modernização dos terminais. Especialmente do ATU-18, cujo início da operação trará um impacto significativo para o mercado de grãos da Bahia. Ele será uma nova porta de saída da produção agrícola da região Nordeste, favorecendo o Brasil em sua totalidade. Em ritmo acelerado, as melhorias irão elevar a eficiência e produtividade dos terminais, equiparando-os aos melhores portos do mundo”, conta Marcos Tourinho, diretor presidente da CS Portos.

Ao final das obras, será possível atracar navios com até 120 mil toneladas e calado de 15 metros. Simultaneamente, os equipamentos adquiridos irão ampliar a capacidade de recepção para entre 20 mil toneladas e 30 mil toneladas por dia.

As ações realizadas no local seguem padrões de sustentabilidade contando com os mais avançados sistemas de automação, segurança e proteção ao meio ambiente. Incluindo um importante sistema de tratamento de efluentes para os diversos tipos de produtos, bem como um projeto de geração solar a ser responsável pela produção de até 20% da energia consumida nos terminais.

Sobre a CS Portos

A CS Portos, controlada pela CS Infra, do Grupo Simpar (SIMH3), atua com a operação e modernização dos serviços de desembarque, embarque e armazenagem nos terminais portuários ATU-12 e ATU-18, no Porto de Aratu, em Candeias (BA). Os contratos têm duração de 25 e 15 anos, respectivamente, e podem ser prorrogados por até 70 anos. Os produtos movimentados no local são sobretudo orientados ao agronegócio, como fertilizantes e grãos, além de concentrado de cobre, minério de ferro e magnesita.

Sobre a CS Infra

A CS Infra é uma plataforma de gestão de concessões de longo prazo do Grupo Simpar (SIMH3). Criada em 2021, tem o objetivo de atuar na melhoria da prestação de serviços e aumento da produtividade de concessões já estruturadas em setores da economia real brasileira. É responsável pelo BRT (Bus Rapid Transit) de Sorocaba, com a modernização, implementação e gerenciamento desse sistema de transporte; CS Grãos do Piauí, responsável pela operação e manutenção de 584,04 km da Rodovia Transcerrados (PI-397, PI-262, PI-247, PI-391 e PI-392), sendo a maior concessão de rodovias das regiões Norte e Nordeste; CS Portos, com a administração dos terminais ATU-12 e ATU-18, contribuindo com a eficiência do processo logístico e de escoamento de cargas na Bahia; e a CS Mobi Cuiabá, responsável pelo projeto de revitalização da região central de Cuiabá (MT).

Informe à imprensa: Agência Fato Relevante

Comente esta matéria

O seu endereço de email não será publicado. Campos requeridos estão marcados *

*

Não serão publicados comentários com xingamentos e ofensas ou que incitem a intolerância ou o crime. Os comentários devem ser sobre o tema da matéria e sobre os comentários que surgirem. As mensagens que não atendam a essas normas serão deletadas. Os que transgredirem essas normas poderão ter interrompido seu acesso a este veículo.

Scroll To Top