EDIÇÃO ATUAL

Guanambi . Bahia .
Você está aqui: Capa » Editorias » Agronegócios » Energia solar é alternativa para pequenos irrigantes: 30% mais barata

Energia solar é alternativa para pequenos irrigantes: 30% mais barata

energia solar

Criado pela Motores Anauger, o sistema fotovoltaico bombea até 8.600 litros de água/dia

Utilizando-se de energia solar para alimentar pombas de capacitação de água em sistemas de irrigação, cerca de 1.200 pequenos produtores da agricultura familiar de Vitória do Espírito Santo (ES) estão economizando até 30% dos seus gastos com irrigação. Um projeto, utilizando desse sistema, foi abraçado pela Secretaria de Agricultura de Itapemirim/ES e tem dado bons frutos. Exemplo disso ocorre no sítio da família de Otávio Silva Santos, naquele município, que passou por uma grande transformação nos últimos meses e, graças ao uso da energia solar na captação de água, tem sido possível manter suas atividades agrícolas.

O sistema de energia fotovoltaica utilizado em Itapemirim, desenvolvido pela fabricante de Motores Anauger, resolveu o problema dos produtor que tinham dificuldade no uso de bombas elétricas para a obtenção de água potável até mesmo para manter seus animais. O Sistema Anauger solar – bomba submersa vibratória movida à energia solar – possibilita atividade agrícola fácil e econômica.

“Nosso trabalho é de agricultura familiar. Graças ao incentivo da Secretaria de Agricultura de Itapemirim, começamos a usar a energia solar. E a economia foi surpreendente, nos fazendo ter planos de expandir nossa atuação, saindo apenas da pecuária e indo para agricultura. E toda essa economia vem acompanhada do fato de que não agredimos o meio ambiente tirando água dos poços”, conta Otávio.

Pioneira – segundo o fabricante – ao trazer essa tecnologia ao mercado, em 2011, o Sistema Anauger é indicado para a captação de água de poços e cisternas em quaisquer localidades que tenham incidência solar. A tecnologia consiste em uma bomba submersa vibratória que capta até 8.600 litros de água/dia, com sol intenso, usando exclusivamente a energia solar.   O sistema fotovoltaico – disseram – proporciona altas vazões de água, com baixa potência e bombeamento constante, independente de variações no nível de irradiação solar.

Apoio da Prefeitura

O acesso à tecnologia do Sistema Anauger solar naquela município capixaba foi viabilizado – segundo a assessoria de imprensa da empresa – por meio de um projeto subsidiado pela Secretaria de Agricultura de Itapemirim/ES, que promove um cadastro e análise de situação dos agricultores e pecuaristas da região. Os interessados podem fazer cadastro junto ao órgão e, após análise, é feita a doação de um kit, que consiste em vários itens, dentre eles o Sistema Anauger solar, composto por bomba, driver e módulo solar fotovoltaico.

O secretário de agricultura de Itapemirim, Luciano Henriques, conta que a ideia do projeto veio de uma necessidade da região. “A população sofreu muito com a seca nos anos de 2015 e 2016 e, por conta da demanda começamos a buscar alternativas para ajudar os agricultores. Achamos as placas fotovoltaicas a solução perfeita e, hoje, estamos satisfeitos em poder benefíciar diversas famílias, com acesso à água, de forma limpa e sustentável”.

Fonte: Assessoria Imprensa/Agência DF

Comente esta matéria

O seu endereço de email não será publicado. Campos requeridos estão marcados *

*

Não serão publicados comentários com xingamentos e ofensas ou que incitem a intolerância ou o crime. Os comentários devem ser sobre o tema da matéria e sobre os comentários que surgirem. As mensagens que não atendam a essas normas serão deletadas. Os que transgredirem essas normas poderão ter interrompido seu acesso a este veículo.

Scroll To Top