EDIÇÃO ATUAL

Guanambi . Bahia .
Você está aqui: Capa » Destaques » La Ninã provoca mudanças significativas de temperatura e chuva nos próximos meses

La Ninã provoca mudanças significativas de temperatura e chuva nos próximos meses

lanina1

Na Região Nordeste há previsões de chuvas para dezembro de 2017 e janeiro e fevereiro de 2018, nos estados do chamado “Matopiba” – Maranhão, Tocantins, Piauí e Bahia.

Os modelos de previsão do ENOS (El Niño-Oscilação Sul) indicam que o fenômeno La Niña segue em pleno desenvolvimento no Pacífico Equatorial e atingirá sua maturação nos meses de dezembro e janeiro.

La Niña é um fenômeno natural que, oposto ao El Niño, consiste na diminuição da temperatura da superfície das águas do Oceano Pacífico Tropical Central e Oriental. Assim como o El Niño, sua ocorrência gera uma série de mudanças significativas nos padrões de precipitação e temperatura.

Em geral, episódios La Niñas têm frequência de 2 a 7 anos e duração de aproximadamente 9 a 12 meses com raros episódios de duração acima de 2 anos.

Após o primeiro episódio de Zona de Convergência do Atlântico Sul (ZCAS) ocorrido na segunda quinzena de novembro, iniciou-se o período mais chuvoso na grande área central do Brasil. Com o estabelecimento das chuvas mais regulares nas Regiões Centro-Oeste e Sudeste, os acumulados de precipitação no início de dezembro já estão próximos de 200 mm em várias localidades. Os alertas de tempestade estão ocorrendo com grande frequência nas Regiões Centro-Oeste e Sudeste, principalmente para o estado de Minas Gerais.

Previsão da iCrop Weather para janeiro e fevereiro de 2018:

Bahia: maior probabilidade da precipitação deve ocorrer abaixo da faixa normal climatológica e temperaturas acima da faixa normal climatológica;

Minas Gerais: maior probabilidade da precipitação deve ocorrer abaixo da faixa normal climatológica e temperaturas acima da faixa normal climatológica;

São Paulo: maior probabilidade da precipitação pode ocorrer dentro da faixa normal climatológica e temperaturas acima da faixa normal climatológica;

Goiás: maior probabilidade da precipitação pode ocorrer abaixo da faixa normal climatológica e temperaturas acima da faixa normal climatológica;

Mato Grosso do Sul: maior probabilidade da precipitação pode ocorrer dentro da faixa normal climatológica e temperaturas acima da faixa normal climatológica;

Paraná: maior probabilidade da precipitação pode ocorrer dentro da faixa normal climatológica e temperaturas dentro da faixa normal climatológica.

Entendo o que é El Nino e La Nina

El Niño representa o aquecimento anormal das águas superficiais e sub-superficiais do Oceano Pacífico Equatorial. A palavra El Niño, derivada do espanhol, refere-se à presença de águas quentes na costa norte de Peru na época de Natal. Os pescadores do Peru e Equador chamaram a esta presença de águas mais quentes de Corriente de El Niño, em referência ao Niño Jesus ou Menino Jesus. Na atualidade, as anomalias do sistema climático que são mundialmente conhecidas como El Niño e La Niña representam uma alteração do sistema oceano-atmosfera no Oceano Pacífico tropical, e que tem conseqüências no tempo e no clima em todo

Comente esta matéria

O seu endereço de email não será publicado. Campos requeridos estão marcados *

*

Não serão publicados comentários com xingamentos e ofensas ou que incitem a intolerância ou o crime. Os comentários devem ser sobre o tema da matéria e sobre os comentários que surgirem. As mensagens que não atendam a essas normas serão deletadas. Os que transgredirem essas normas poderão ter interrompido seu acesso a este veículo.

Scroll To Top