EDIÇÃO ATUAL

Guanambi . Bahia .
Você está aqui: Capa » Destaques » Sem anunciar inauguração, prefeito e Seinfra inspecionam obras do aeroporto de Guanambi

Sem anunciar inauguração, prefeito e Seinfra inspecionam obras do aeroporto de Guanambi

aeroporto 00

Ainda não se sabe quem vai gerenciar: o estado, o município ou se abrirá licitação para uma empresa terceirizada, especializada em gestão de aeroportos”. (Fotos: Ascom PMG).

Na manhã de segunda-feira (11), o prefeito Jairo Magalhães, acompanhado do diretor de Terminais e Aeroportos da Secretaria de Infraestrutura do Estado da Bahia (Seinfra), Denison de Oliveira, realizaram visita de inspeção das obras de recuperação da pista do Aeroporto Municipal de Guanambi, já em fase de conclusão.

A obra, orçada em R$ 7.108.312,33, sob a responsabilidade do governo da Bahia, está sendo executada pela empresa Paviservice; que, segundo representantes da empresa, “se o regime chuvoso colaborar, a expectativa é que a obra seja finaliza no final deste mês”.

Mas questões importantes, como responsabilidade gerencial e modelo de gestão do dito terminal, ainda não foram definidas. Segundo o prefeito, essas questões serão ainda discutidas: “se será gerenciado pelo Governo do Estado, pelo município ou se abrirá licitação para uma empresa terceirizada, especializada em gestão de aeroportos”, o que, segundo ele, “tudo dentro das normas da Agência Nacional de Aviação Civil (ANAC)”.  Data para reinauguração e começar a operar voas comerciais, nada disso foi anunciado.

Segundo a Assessoria de Comunicação da prefeitura, a Seinfra prometeu que na próxima semana iniciará a sinalização horizontal da pista; e, posteriormente, em diálogo com a Prefeitura, será definida a questão dos voos, bem como as tratativas à gestão do aeroporto. “Já conseguimos derrubar as inconformidades, através de obras ou de ações junto aos órgãos reguladores, faremos agora o Plano de Zoneamento e de Ruído junto ao Centro Integrado de Defesa Aérea e Controle de Tráfego Aéreo (CINDACTA), para que tudo esteja concluído”, disse Denison Oliveira.

Aeroporto guanambi

Ampliada na gestão do governador Nilo Coelho, a pista do aeroporto de Guanambi, com 1.700 m, foi agora totalmente reformada.

Em nota divulgada no Portal de Notícias da Prefeitura, Jairo Magalhães afirmou que além da Azul Linhas Aéreas, a empresa Passaredo também quer operar voos regulares em Guanambi. “Esta é uma obra de grande relevância não só para Guanambi, mas para toda região, já que a linha de Guanambi ligará a nossa cidade às capitais baiana e mineira e todo Brasil”, concluiu.

O IMPASSE CONTINUA

Pelo romper da carruagem, os aeroviários da região vão ter que continuar padecendo nos velhos e ultrapassados ônibus da Novo Horizonte e da Gontijo. Embora o deputado Federal Charles Fernandes tivesse anunciado, há 15 dias, que em fevereiro essa questão já estaria resolvida, como também anunciara o governador Rui Costa, as informações do prefeito Jairo são um balde de água fria no povo.

AZUL OU PASSAREDO?

Dentre todos os ajeitos, ponderações e entendimentos políticos, o que mais parecia já está definido seria exatamente a concessão de voos à Azul Linhas Aéreas, que desde 2015 tem se reunido com autoridades de Guanambi do Estado para consolidar tal parceria. E agora, chega o prefeito Jairo Magalhães com essa conversa de que a Passaredo também estaria interessada em operar nesse aeroporto. Ainda naquele ano, a empresa Azul, depois de visitas técnicas, exigências aeroportuárias e negociações com a Prefeitura e com o Governo da Bahia, parecia ter chegado ao entendimento e até anunciou que varia o voo inaugural até o mês de dezembro/2015.

Em entrevista a nossa Revista Integração Bahia, em dezembro/2015, o então prefeito de Guanambi, Charles Fernandes, afirmou: “a parte física e estrutural do aeroporto – o saguão de embarque e desembarque, a seção contra incêndio (que é outra exigência da ANAC), o caminhão do Corpo de Bombeiros, o treinamento do pessoal da brigada – tudo está totalmente pronto, inclusive a cerca patrimonial do entorno do aeroporto”. “Tudo que era para ser feito, foi feito. Agora está nas mãos do governador Ruy Corta; ele é quem tem a força de trazer essa tão esperada linha aérea para Guanambi”, disse.

INCENTIVO FISCAL – Charles Fernandes chegou a destacou o empenho do governador da Bahia para trazer linha área para Guanambi, que, para atrair a companhia, o Governo baiano se comprometeu a dar incentivo fiscal, reduzindo de 17% para 6% o ICMS incidente sobre o combustível das aeronaves.

Perguntamos, então, ao prefeito: Mas a Azul vem mesmo e quando? – Respondeu ele: “Minha expectativa é de que ainda no primeiro semestre de 2016 teremos linha servindo nossa cidade”.

Hoje, três anos depois, está tudo muito estranho e dando a entender que vai demorar – sabe-se lá quanto tempo mais – para se poder voar em Guanambi. Nunca é demais lembrar que paciência tem limite: povo revoltado é como estouro de boiada.

Comente esta matéria

O seu endereço de email não será publicado. Campos requeridos estão marcados *

*

Não serão publicados comentários com xingamentos e ofensas ou que incitem a intolerância ou o crime. Os comentários devem ser sobre o tema da matéria e sobre os comentários que surgirem. As mensagens que não atendam a essas normas serão deletadas. Os que transgredirem essas normas poderão ter interrompido seu acesso a este veículo.

Scroll To Top